• Felipe Chagas

Desenvolvimento Pessoal: um desafio interno

Atualizado: 17 de Jun de 2020


Fazemos parte de um contexto no qual a quantidade e velocidade de informações se estabelecem de forma como nunca visto anteriormente. Este é um grande passo para uma sociedade fútil, acomodada, rasa, com uma cultura degenerada, uma sociedade subvertida em valores, principalmente morais.


Segundo a agência de marketing social We Are Social, em média, o brasileiro passa mais de 9 horas por dia online, perdendo apenas para as Filipinas e Tailândia. Em nove horas é possível assistir a última temporada de Game of Thrones, uma das séries mais assistidas pelos brasileiros. Não é de se espantar para um país de cultura de novela, futebol, bunda e Big Brother. O conteúdo Game of Thrones é o mesmo das novelas brasileiras, traição, cinismo e conteúdo de quinta categoria, exatamente o tipo de conteúdo mais consumido pelo povo brasileiro. Não se faz necessário um encéfalo mais desenvolvido do que o de um orangotango para antever os acontecimentos relatados na série.


A questão é: como é possível haver desenvolvimento em qualquer âmbito com um pensamento medíocre e engessado em inúmeros paradigmas? A resposta é simples: não há desenvolvimento. Para haver desenvolvimento é crucial primórdio no próprio indivíduo. Mas como estabelecer no indivíduo a busca pelo desenvolvimento pessoal?


A transmutação só se dá através do conhecimento e autoconhecimento, pois, só através destas ferramentas, o indivíduo pode distinguir a mediocridade de conhecimento interna, a insignificância de suas colocações e pensamentos para com a sociedade, e a banalidade de seu organismo para com o todo. Através da autoanálise é possível encontrar os próprios defeitos, o primeiro passo para qualquer tipo de desenvolvimento.


É um grande desafio realização de autoanálise, identificação de problemas e remodelação interna sem flexibilidade de pensamentos. Os paradigmas e crenças são as maiores barreiras para o desenvolvimento, pois, através desses fatores, a humanidade se separa em grupos e subgrupos com interesses em benefícios próprios, desconsiderando a possibilidade de integração social como um todo.


O desenvolvimento pessoal está diretamente associado a todo contexto em que o indivíduo está associado: amigos, leitura, tipo de música, prática de esportes, crenças, pensamentos políticos e econômicos. Praticamente toda decisão influencia diretamente no desenvolvimento. Portanto, se tens cobiça em desenvolvimento é fundamental valorizar o tempo em haveres que transfiram retorno positivo. Já imaginou quanto do seu tempo vai pelo ralo com coisas que não agregam em absolutamente nada?

5 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo