top of page

AS LEIS HERMÉTICAS

As leis herméticas são um conjunto de princípios que foram ensinados pelos antigos egípcios e gregos, e que foram mais tarde codificados na tradição hermética. Essas leis foram descritas no livro "O Caibalion", que é uma obra clássica da literatura hermética.

AS SETE LEIS HERMÉTICAS

1. O PRINCÍPIO DO MENTALISMO

Meditação na natureza

"O Todo é Mente; o universo é mental".

Este princípio afirma que tudo o que existe é uma manifestação da mente. Isso significa que o universo é mental e que nossos pensamentos e emoções têm o poder de criar a realidade que experimentamos. Um exemplo disso é o efeito placebo, que mostra que a crença em um tratamento pode levar a melhorias reais na saúde, mesmo que o tratamento seja inativo. Isso sugere que a mente tem um poder significativo na cura e na promoção da saúde.

2. O PRINCÍPIO DA CORRESPONDÊNCIA

"O que está em cima é como o que está embaixo, e o que está embaixo é como o que está em cima".

Esse princípio afirma que o que está em cima é como o que está embaixo, e o que está embaixo é como o que está em cima. Isso significa que as leis que governam o universo são as mesmas em todas as escalas, do micro ao macro. Por exemplo, a estrutura em espiral de uma concha do mar é semelhante à estrutura em espiral de uma galáxia, sugerindo que as mesmas leis que governam a formação da concha também governam a formação da galáxia.

Pink Bubbles
festival

3. O PRINCÍPIO DA VIBRAÇÃO

"Nada está parado; tudo se move; tudo vibra".

Este princípio afirma que tudo está em constante movimento e vibração. Isso significa que a matéria não é estática, mas sim uma forma de energia em movimento. Um exemplo disso é o som, que é uma forma de vibração que pode ser medida em hertz. Quando produzimos um som, estamos criando uma onda de energia que se move pelo ar, e essa onda pode ser medida e quantificada.

4. O PRINCÍPIO DA POLARIDADE

"Tudo é duplo; tudo tem dois pólos; tudo tem o seu oposto; o igual e o desigual são a mesma coisa; os extremos se tocam; todas as verdades são meias-verdades; todos os paradoxos podem ser reconciliados".

Este princípio afirma que tudo tem dois pólos e que os opostos são necessários para que algo exista. Um exemplo disso é a polaridade elétrica, em que os elétrons têm uma carga negativa e os prótons têm uma carga positiva. Essas cargas opostas são necessárias para criar um campo elétrico e permitir que a eletricidade flua.

azul e laranja

5. O PRINCÍPIO DO RITMO

Folhagem de outono

"Tudo tem fluxo e refluxo; tudo tem suas marés; tudo sobe e desce; tudo se manifesta por oscilações compensadas; a medida do movimento à direita é a medida do movimento à esquerda; o ritmo é a compensação".

Este princípio afirma que tudo tem um fluxo e refluxo, e que o ritmo é uma forma de compensação. Um exemplo disso é o ciclo de estações, em que o verão é seguido pelo outono, inverno e primavera. Cada estação tem suas próprias características únicas, e cada uma é necessária para permitir que a natureza floresça. O ciclo das estações é um exemplo de como o ritmo é uma forma de compensação, em que cada fase é equilibrada pela fase seguinte.

6. O PRINCÍPIO DA CAUSA E EFEITO

"Toda causa tem seu efeito; todo efeito tem sua causa; tudo acontece de acordo com a lei; o acaso é simplesmente um nome dado a uma lei não reconhecida; há muitos planos de causalidade, mas nada escapa à lei".

Este princípio afirma que tudo o que acontece tem uma causa e um efeito. Isso significa que todas as ações que tomamos têm consequências, e que cada efeito é resultado de uma causa. Um exemplo disso é a lei da conservação da energia, que afirma que a energia não pode ser criada nem destruída, mas apenas transformada de uma forma para outra. Isso significa que cada vez que usamos energia, estamos criando um efeito, seja ele positivo ou negativo, que afetará a realidade ao nosso redor.

Linha de Chegada Mulher que cruza raça

7. O PRINCÍPIO DO GÊNERO

O congelamento de óvulos fertilidade

"O gênero está em tudo; tudo tem seu princípio masculino e feminino; o gênero se manifesta em todos os planos da criação".

Este princípio afirma que tudo tem um aspecto masculino e feminino, e que esses aspectos são necessários para a criação e a manifestação da realidade. Um exemplo disso é a reprodução sexual, em que o óvulo feminino e o espermatozoide masculino se unem para criar um novo ser. Essa união de forças masculinas e femininas é necessária para a criação de novas vidas.

QUEM FOI HERMES TRISMEGISTO?

Hermes Trismegisto (também conhecido como Thoth) é um personagem lendário que é creditado como sendo o autor de uma série de escritos antigos conhecidos como a "Corpus Hermeticum". Esses escritos, que incluem textos sobre filosofia, religião, alquimia e magia, foram altamente influentes na Europa durante a Renascença e continuam a ser estudados por muitos até hoje.

Na mitologia greco-romana, Hermes era o deus da comunicação, dos viajantes e dos ladrões, e foi associado à habilidade de falar com os mortos e de viajar entre os mundos dos vivos e dos mortos. No Egito, ele era conhecido como Thoth e era o deus da sabedoria, da escrita e da magia.

Os escritos atribuídos a Hermes Trismegisto descrevem uma visão do universo como sendo governado por leis divinas, com a natureza sendo vista como uma expressão da vontade de Deus. O objetivo desses escritos era proporcionar aos leitores uma compreensão mais profunda da natureza da realidade e do papel da humanidade no universo.

Embora não se saiba ao certo se Hermes Trismegisto foi uma pessoa real ou uma figura lendária criada pelos antigos, seus escritos tiveram uma influência significativa na filosofia e na cultura ocidental e ainda são estudados e debatidos por muitos hoje em dia.

O CAIBALION

O "Kybalion" é um livro que foi publicado no início do século XX, que apresenta uma série de ensinamentos baseados nos sete princípios herméticos. O livro é atribuído a um grupo misterioso de autores anônimos que se autodenominavam "Os Três Iniciados". Embora a identidade dos autores seja desconhecida, especula-se que eles tenham sido membros de alguma escola de ocultismo ou sociedade secreta.

O "Kybalion" é composto de 12 capítulos, que descrevem os sete princípios herméticos em detalhes e fornecem exemplos de como eles podem ser aplicados na vida cotidiana. Os princípios descritos no livro incluem mentalismo, correspondência, vibração, polaridade, ritmo, causa e efeito e gênero.

O livro é considerado por muitos como uma introdução útil para os princípios herméticos, e tem sido influente em muitas áreas do pensamento oculto e espiritual, incluindo a teosofia, a nova era e a magia. Embora a autenticidade dos ensinamentos do "Kybalion" ainda seja debatida por alguns, o livro continua a ser lido e estudado por muitos que buscam uma compreensão mais profunda da natureza da realidade e do universo.

MAIS SOBRE O LIVRO

MAIS CONTEÚDOS SOBRE DESENVOLVIMENTO PESSOAL

Capa Cursos.jpg
bottom of page