top of page

LINGUAGEM NÃO VERBAL

A linguagem não verbal refere-se a formas de comunicação que não envolvem palavras ou linguagem verbal. Em vez disso, a linguagem não verbal envolve gestos, expressões faciais, postura, tom de voz, contato visual e outras formas de comunicação não verbais. A linguagem não verbal é frequentemente usada para transmitir informações e emoções de forma mais eficaz do que a linguagem verbal sozinha, e é uma parte importante da comunicação interpessoal e da interação social. A interpretação da linguagem não verbal pode variar de acordo com a cultura e o contexto, e é importante estar ciente disso ao se comunicar com pessoas de diferentes origens culturais.

PONTOS A SEREM CONSIDERADOS

Retrato de uma mulher

Existem vários pontos importantes a serem considerados para uma boa linguagem não verbal. Aqui estão alguns dos principais:

  1. Postura: Manter uma postura ereta e confiante pode transmitir segurança e autoridade.

  2. Gestos: Gestos naturais e controlados podem ajudar a enfatizar pontos importantes e a transmitir emoções.

  3. Expressões faciais: Expressões faciais autênticas e condizentes com a mensagem podem ajudar a transmitir emoções e a engajar os outros.

  4. Contato visual: Manter contato visual é uma forma de demonstrar respeito, interesse e conexão com a outra pessoa.

  5. Tom de voz: Usar um tom de voz adequado e variado pode ajudar a manter o interesse e a envolver os outros na conversa.

  6. Espaço pessoal: Respeitar o espaço pessoal dos outros pode demonstrar consideração e respeito.

  7. Movimentação: Movimentar-se com naturalidade pode ajudar a manter a atenção e a engajar os outros.

  8. Vestimenta: Usar uma vestimenta adequada e condizente com o contexto pode ajudar a transmitir profissionalismo e credibilidade.

  9. Calma: Demonstrar calma e controle emocional pode transmitir segurança e credibilidade.

Ao usar a linguagem não verbal de forma adequada, é possível aumentar a eficácia da comunicação e estabelecer relações mais positivas e produtivas com os outros. É importante lembrar que a linguagem não verbal pode variar de acordo com o contexto cultural e que é importante estar ciente das diferenças culturais ao se comunicar com pessoas de diferentes origens.

COMO FAZER UMA AUTOANÁLISE

Influenciador feminino a gravar um vídeo

Analisar a própria linguagem não verbal pode ser uma tarefa desafiadora, já que muitas vezes não estamos conscientes dos nossos próprios gestos, expressões faciais, postura, tom de voz e contato visual. No entanto, existem algumas técnicas que podem ajudar a tornar essa análise mais fácil:

  1. Gravação de vídeo: Uma das maneiras mais eficazes de analisar a própria linguagem não verbal é gravar um vídeo de si mesmo enquanto se comunica com os outros. Em seguida, é possível assistir o vídeo e observar os gestos, expressões faciais, postura e outras formas de comunicação não verbal que foram utilizadas.

  2. Auto-observação: Durante uma conversa ou interação social, tente prestar atenção em como você está se comportando. Observe seus gestos, expressões faciais, postura, tom de voz e contato visual. Tente avaliar se a sua linguagem não verbal está de acordo com o que você está tentando comunicar.

  3. Feedback dos outros: Pergunte a pessoas de confiança se elas percebem alguma coisa em sua linguagem não verbal que possa ser melhorada ou que possa estar sendo interpretada de forma equivocada.

  4. Prática: Aperfeiçoe a sua linguagem não verbal praticando a comunicação com outras pessoas. Observe como outras pessoas se comunicam e tente incorporar técnicas que pareçam eficazes.

Ao analisar a própria linguagem não verbal, é importante estar aberto a fazer mudanças e melhorias, já que a comunicação não verbal pode ter um impacto significativo na forma como os outros percebem e respondem a você.

COMO SE PORTAR NUMA ENTREVISTA DE EMPREGO

Entrevista de emprego

Mantenha contato visual: olhe diretamente para o entrevistador enquanto fala, mantendo contato visual por alguns segundos antes de mudar o olhar. Isso transmite confiança e interesse no que o entrevistador está dizendo.

Sorria: um sorriso genuíno pode ajudar a quebrar o gelo e criar uma conexão emocional com o entrevistador.

Mantenha uma postura ereta: manter uma postura ereta transmite confiança e energia positiva. Evite cruzar os braços ou as pernas, o que pode parecer defensivo.

 

Use gestos naturais: gestos sutis com as mãos podem ajudar a enfatizar o que está sendo dito e mostrar que você está engajado na conversa. Evite gestos exagerados ou repetitivos.

 

Ouça atentamente: use expressões faciais e corporais para mostrar que você está ouvindo com atenção. Por exemplo, incline a cabeça ligeiramente para mostrar interesse e faça pequenos acenos com a cabeça para indicar que está acompanhando o que o entrevistador está dizendo.

RECOMENDAÇÕES DE LIVROS

  1. "What Every Body Is Saying" de Joe Navarro - Este livro é escrito por um ex-agente do FBI que compartilha técnicas de observação e análise da linguagem corporal utilizadas por profissionais de investigação. O livro é muito prático e inclui muitas dicas úteis para interpretar a linguagem não verbal em diferentes contextos.

  2. "The Definitive Book of Body Language" de Allan Pease e Barbara Pease - Este livro é uma referência clássica sobre linguagem corporal e explora uma ampla gama de comportamentos não verbais, incluindo gestos, expressões faciais, postura e movimentos dos olhos. O livro é repleto de exemplos e ilustrações, tornando-o fácil de entender e aplicar.

  3. "Nonverbal Communication in Human Interaction" de Mark L. Knapp e Judith A. Hall - Este livro é uma introdução abrangente à comunicação não verbal e explora como ela pode afetar a interação humana em diferentes contextos, incluindo relações interpessoais, negociações e apresentações.

  4. "Emotions Revealed" de Paul Ekman - Este livro é escrito pelo renomado psicólogo Paul Ekman, que é conhecido por seu trabalho pioneiro na identificação e análise das expressões faciais. O livro explora como as emoções são expressas e reconhecidas através da linguagem não verbal.

  5. "The Power of Body Language" de Tonya Reiman - Este livro apresenta técnicas práticas para usar a linguagem corporal de forma mais eficaz em diferentes contextos, incluindo negociações, entrevistas de emprego e apresentações. O livro inclui muitos exemplos e exercícios práticos para ajudar a aprimorar suas habilidades de linguagem não verbal.

MAIS CONTEÚDOS SOBRE DESENVOLVIMENTO PESSOAL

Capa Cursos.jpg
bottom of page